.

terça-feira, abril 21, 2015

Ao ver que seu lixo foi revirado, dona de restaurante faz cartaz emocionante

Ashley Jiron é dona do pequeno restaurante P.B. Jams, em Warr Acres, no estado americano de Oklahoma, e ficou muito chocada ao perceber que o seu lixo havia sido revirado por alguém em busca de comida. Mas, em vez de simplesmente ignorar o que aconteceu ou ainda tentar dificultar o acesso ao lixo, ela fixou em sua porta um cartaz simples, mas arrebatador:



“Para a pessoa que vai atrás de nosso lixo para sua próxima refeição, você é um ser humano e vale mais que uma refeição de uma caçamba de lixo. Por favor, entre durante o horário de funcionamento para um sanduíche, vegetais frescos e um copo d’água sem nenhum custo. Não farei perguntas. Sua amiga, a dona”, escreveu Ashley no cartaz que se espalhou pela internet e ganhou espaço no noticiário americano.

Ela deu uma entrevista para a emissora local KFOR, e contou que percebeu há uma semana que algumas sacolas de lixo estavam fora da caçamba, abertas, e que parte dos restos de alimentos haviam sido levados.

— Me machuca alguém ter que fazer isso — disse a dona do restaurante, ressaltando que refeições grátis é o mínimo que ela pode fazer. — Eu acho que todo nós já estivemos na posição de precisar da ajuda de alguém e nós apenas precisávamos de alguém para estender as mãos. E se eu puder ser essa pessoa a estender a mão para outro ser humano, eu farei.

O cartaz ficará na porta do restaurante até que a pessoa apareça. Ashley acredita que o orgulho talvez mantenha a pessoa, mas torce para que ela apareça e aceite o seu convite.

quinta-feira, abril 09, 2015

Lume Teatro promove 30 horas de programação artística gratuita

O Lume Teatro, tradicional grupo com sede no distrito de Barão Geraldo, em Campinas, realiza neste sábado (11) e domingo (12), o evento “Lume 30 anos em 30 horas”, que, como o nome já diz, terá 30 horas ininterruptas de programação artística gratuita e aberta ao público, como parte das comemorações pelas três décadas de vida do grupo.

Espetáculos do próprio Lume e convidados, intervenções, performances, vivências, oficinas, projeções e instalações estão na agenda da "virada" promovida pelos artistas, que também vai contar com barracas para comercialização de comidinhas e bebidas.

Confira a programação completa:

Espetáculos, demonstrações técnicas e vivências:

Sábado - 11/04:
14h00 – Espetáculo “Parada de Rua”, com Lume Teatro
16h00 – Espetáculo “Um dia com a Família Burg”, com Joana Piza, Ivens Burg e Hugo Burg
17h30 – Demonstração “Alphonsus”, com Raquel Scotti Hirson (Lume Teatro)
17h30 – Espetáculo “O Poste”, com Daniel Salvi
18h10 – Apresentação Eduardo Okamoto
19h00 – Lume Alumia, com os atores do Lume Teatro e convidados
20h00 – Espetáculo “Cravo, Lírio e Rosa”, com Carlos Simioni e Ricardo Puccetti (Lume Teatro)
22h00 – Música “Afro-Brasileira”, com Dj Digão

Domingo 12/04:
00h00 – “Cabaret da Meia-Noite” – Naomi Silman e Ricardo Puccetti (Lume Teatro) convidam: Família Burg, Silvia Leblon, Paraladosanjos e Lily Curcio
01h30 – “Palestra com cerveja”, com Renato Ferracini (Lume Teatro)
02h30 – Espetáculo “SerEstando Mulheres”, com Ana Cristina Colla (Lume Teatro)
04h00 – “Cenas, Contos e Cantos”, com Isis Madi, João Arruda, Edu Sanfona, Ana Elvira Wuo, Jesser de Souza (Lume Teatro) e Raquel Scotti Hirson (Lume Teatro). Os interessados podem levar instrumentos musicais para participarem da apresentação
05h10 – Espetáculo “Versão Brasileira”, com Los Circo Los - Vitor Poltronieri e Rodrigo Mallet
06h00 – Espetáculo “Café com Queijo”, com Ana Cristina Colla, Jesser de Souza, Raquel Scotti Hirson e Renato Ferracini (Lume Teatro)
07h20 – Música: “Salva de Alvorada”, com Caixeiras das Nascentes
07h45 às 08h45 – Café da manhã coletivo
08h30 – Vivência em treinamento energético, com Ricardo Puccetti (Lume Teatro)
08h30 – Momento inspiração:¬ Yoga com Marie Furlanetti (Mahi Yoga)
09h00 – Espetáculo “O Poste”, com Daniel Salvi
10h00 – Espetáculo “João de Barros - Mais uma brincadeira poética”, com o Grupo Engasga Gato
11h30 – “Ju...?”– Espetáculo de sons e movimentos para pequenos, com o Grupo Água Viva
11h30 – Exibição do documentário “Hotxuás” e explanação sobre o trabalho, com Ricardo Puccetti (Lume Teatro)
13h00 – Pic-nic – (Haverá venda de pratos especiais neste horário) 
14h30 – Vivência coletiva de voz, com Carlos Simioni (Lume Teatro)
15h30 – Vivência em dança, com Cia. MoviMente - Léo Mologni e Yacari Karla
16h00 – Espetáculo “La Scarpetta”, com Ricardo Puccetti (Lume Teatro)
17h30 – Música, com o Grupo Pífanos Flautins Matuá
18h30 – Finalização: Roda de Samba Núcleo Cupinzeiro

Intervenções, jogos, eventos e atividades

Sábado  - 11/04

Das 14h às 18h:

Abertura: Boas Vindas às celebrações dos 30 anos do Lume

Intervenção Musas: “O que te musa?”, com Cynthia Margareth, Marina Franco, Mariella Siqueira, Érika Cunha, Cristiane Taguchi e Margarida Sequeira

Intervenções: Ricardo Puccetti (Lume Teatro), Palhaça Jurubeba, com Gabriela Winter

Das 19h às 24h:

Intervenções: Mauro Braga e Edu Sanfona – Cello e Sanfona, Carlos Simioni (LUME Teatro), “Poesia ao Pé do Ouvido”, com Moacir Ferraz (Boa Companhia)
Bar “Os Bem-Intencionados”

Domingo 12/04, das 0h às 6h:

Intervenções: Naomi Silman, Ricardo Puccetti, Renato Ferracini (Lume Teatro), “O Que Você Está Fazendo Agora?”, com Cambar Coletivo e Núcleo Fuga, “Canção do Beco”, com Mauro Braga, Palhaça Jurubeba, com Gabriela Winter.

Das 6h às 12h:

Intervenções: Palhaços Carolino e Teotônio, com Carlos Simioni e Ricardo Puccetti (LUME Teatro), “O Que Você Está Fazendo Agora”, com Cambar Coletivo e Núcleo Fuga.

Jogos e atividades para a família: vivências, pintura de muro e oficina de arte. Com monitores voluntários e famílias do Lume

Das 13h às 20h:

“Pérolas do Lume”: Histórias e canções com Pedro de Freitas, José Divino Barbosa, Suzi Frankl Sperber, equipe e atores Lume Teatro

Ritual coletivo: Baú dos desejos, plantio de árvore

Cabine “Revele-se em 30”:
Uma cabine, uma câmera de vídeo e 30 perguntas. Aperte o play e responda uma em 30 segundos (Equipe Diálogos de Produção).

Projeções “LUME na intimidade”:
Fotos e vídeos que retratam histórias e bastidores do Lume em seus 30 anos. Pequenas projeções por diversos espaços e cantos da sede, mostrando a intimidade e curiosidades do grupo (por Kaian Ciasca e Alessandro Soave). 

Exposição “A Cena Por Aí”:
Mostra do fotógrafo Arthur Amaral apresenta imagens realizadas durante dois anos acompanhando a cena teatral da cidade, entre elas retratos de espetáculos teatrais dos grupos campineiros Lume Teatro, Boa Companhia, Cia. Honesta de Teatro, entre outros. 

Cantinho soneca
Um cantinho preparado para sonecas rápidas.

Gastronomia
Durante todo o evento estarão à disposição do público barracas que comercializarão comidas e bebidas diversas como Confraria da Berinjela, Barraca de Pastel da Juju, Yaksobão, Tempero Caseiro – Massas, Carnes, Bolos e Tortas, Ceviche – Y Otras Cositas Más, Paella Caipira, La Peruana e Cozinha Lá Em Casa.

Serviço:

Evento “Lume 30 anos em 30 horas!”
Local: Sede do LUME Teatro. Rua Carlos Diniz Leitão, 150 , Vila Santa Isabel, Barão Geraldo – Campinas
Data: 11 e 12 de abril 
Entrada: gratuita

sexta-feira, março 27, 2015

Bingo Hospitalhaços faz alegria de novatos e veteranos em prol da humanização Hospitalar

A 14º edição do Bingo Solidário da Hospitalhaços contou com cerca de 80 pessoas. A recepção aconteceu no espaço Meliá, no Hotel Tryp, em Campinas. Os convites que estavam à venda por R$ 30,00 davam direito a entrada, coffee break e três cartelas para o jogo. Além disso, era possível adquirir cartelas avulsas a cada nova rodada, com valores entre R$ 3,00 e R$ 5,00 com toda a renda arrecada revertida para a ONG.

Alguns dos presentes eram velhos conhecidos, como a professora aposentada Analuci, oitava vez que participa do evento, acompanhada por um grupo de amigas, famosas por serem “pé quente”, pois sempre ganham muitas prendas. “O palhaço que estava aqui da outra vez me apelidou de ‘dona prancheta’, disse que não adiantava ninguém jogar porque eu iria ganhar”, lembra.

A festa não contou só com veteranos, lá estava também o gerente comercial Marcelo Freitas. Ele que não conhecia a ONG, descobriu o bingo pela divulgação do evento em nossa fan page e foi prestigiar, “é a primeira vez que eu venho, mas estão de parabéns!”, comenta Freitas.


Os ganhadores foram presenteados com diversos tipos de prendas: vale-lanches, calçados, brinquedos, kits de maquiagem, artigos para casa, vale-compras, convites para jantares, chocolates e outros presentes.

A comerciante Isabele Sabel procura participar dos bingos todos os anos e se considera “sortuda”, pois ganhou alguns brindes na tarde do último sábado (21/03). “Eu venho todo ano e sempre ganho alguma coisa, é bom que eu ajudo e fico feliz duas vezes”. Para alguns o mais admirável é participar e levar sorrisos por meio da Hospitalhaços, é o que garante a empresária Rita Ambrosini, que participa pela segunda vez, mas não faturou nenhuma prenda. “Por enquanto, eu só ganhei experiência, mas o importante é ajudar”.

Esse ano o evento recebeu o apoio de 55 empresas para realizar o bingo. A ONG Hospitalhaços agradece a todos que ajudaram de alguma forma e fizeram este dia acontecer de uma maneira mais que especial.



O Destino da Renda Arrecada

Os recursos arrecadados serão revertidos para a manutenção das atividades desenvolvidas pela entidade em 20 hospitais públicos da Região Metropolitana de Campinas (RMC). A ONG atua na humanização hospitalar e atende pessoas que estão internadas, seus familiares e corpo médico.
Além disso, também faz manutenção das brinquedotecas próprias nas unidades pediátricas e oferece oficinas de artes plásticas para  pacientes e seus acompanhantes


Patrocinadores (Café da Tarde)
Salgados:

• Bambini

• Gislaine Salgados

• Kit para festa

• La coxinha

• Pão de Queijo Cremoso

• Restaurante Rosário

• Abelha Gulosa

• Supermercado Covabra

• Tartanero



Flores:

• Florateria – Calçada das Flores


Bebidas:

•  Joe & Leo’s


Doces:


• Docerias da Ilma

• Empório Santa Verena / Confeitaria Dolder

• Fino Grão Paneteria

• Padaria Santa Clara

• Padaria Castro Mendes

• Padaria Germânia

• Nico Paneteria

• Padaria Nossa Senhora de Fátima

• Padaria Paula Bueno

• Padaria Veneza

• Truques da vovó


Patrocinadores (prêmios)

• Academia Curves

• Angela Lemos semiJóias

• O Boticário

• Cacau Show

• Café Tablão

• Duo Pilates

• Fernanda Lorenzeti

• Fornitura relógios

• Geraldo Alta Costura

• Giovannetti

• Gisele Sampaio

• Idalvo’s

• Individual

• Janela Janelinha

• Kolosh

• Linda Dona

• Mara Cabelos

• Maranata Modas

• Mary Kay (consultora Talita Carvalho e Scheila Cury)

• Mirella Guida Assad

• Mother’s Chocolates

• Natura

• Pampili

• Prime Italian

• QuiArt

• Silvia Faé Moda Feminina

• Skina Magazine

• Structure

• Subway Shopping Dom Pedro

• Trilha Verão

• Vijú SemiJóias


Confira algumas fotos:







Para ver todas as fotos acesse o link!

Por: Patricia Lopes
Jornalista da Equipe de Comunicação da Hospitalhaços

domingo, março 22, 2015

22 de março - Dia Mundial da água


O Dia Mundial da Água foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) no dia 22 de março de 1992. O dia 22 de março, de cada ano, é destinado a discussão sobre os diversos temas relacionadas a este importante bem natural.
 Até porque, atualmente, precisamos muito né? O que todo mundo achava que seria interminável e usava normalmente, sem medo do amanhã, está acabando - podemos ver isso pelo próprio sistema Cantareira, que luta para recuperar as suas reservas (já escassas).
Chegamos ao ponto de ter que decretar multa devido ao desperdício! E nenhum de nós sabe aonde vamos parar, se a água vai acabar, ou se as águas de março que fecharam o verão serão suficientes para nos manter...porque o inverno vem aí, e com ele um possível período de estiagem. 
Por isso, para hoje, duas dicas:

1- Apesar de clichê (sim, vocês já devem ter ouvido isso 123456 mil vezes), economizem água o quanto puderem. O racionamento já é uma ´prática real em alguns lugares do país, e a coisa pode piorar ainda mais!

2- Aproveitando a data, foi lançada uma campanha: A cada hashtag ‪#‎nofilter‬ postada no Instagram, a @wavesforwater vai doar 1 galão de água potável para quem precisa. Já que tem tanta gente desperdiçando, é importante ajudar quem não tem acesso à esse bem também! Vários famosos já deriram à campanha, agora só falta você. Vamos?

Por Fernanda Lagoeiro.

quinta-feira, março 12, 2015

Menino ganha braço biônico igual ao do Homem de Ferro

O garoto Alex Pring ganhou uma prótese especial para substituir seu braço direito. Ela imita o braço do Homem de Ferro.

A prótese foi entregue a Alex por Robert Downey Jr, ator que interpreta o super-herói no cinema. O vídeo da entrega foi divulgado hoje na internet.

Alex tem sete anos e vive na Flórida. Ele ganhou a prótese do engenheiro Albert
Manero, diretor da Limbitless Solutions.

A Limbitless Solutions é uma organização voluntária. Ela reúne pessoas que trabalham no desenvolvimento de braços biônicos a partir de impressoras 3D.

A prótese de Alex custou 350 dólares. O valor é bem menor que o de outros modelos usados atualmente, que chegam a valer 40 mil dólares.

Como Manero participou do Collective Project (um projeto da Microsoft voltado para estudantes), a empresa ajudou na divulgação da iniciativa.

Veja o vídeo da entrega do novo braço de Alex (está em inglês):



Fonte: Exame

domingo, março 08, 2015

Dia da Mulher (ou o que isso representa pra você)


Antes de começar realmente o texto, vamos deixar essa história de sexo frágil pra trás, ok? Isso não existe mais. Aliás, nunca existiu. Porque a mesma mulher que você pode considerar frágil, está mil anos luz à frente em muitas questões (especialmente em maturidade). Pense nas mulheres da sua vida...o que você seria/faria sem elas?
Mas enfim, sem mais discutir quem é melhor ou pior, quem tá certo, quem tá errado. Quero (e gosto de) tratar as coisas e as pessoas de maneira igual. Até porque, eu acho que é isso o que realmente falta.
É muito fácil eu sair falando que mulher tem que ganhar o mesmo salário que o homem, que tem que ser tratada de maneira igual, que tem que ser menos julgada, que tem que ter mais espaço nas empresas, na agricultura (pesquisas comprovam que mulheres na agricultura aumentam mais os rendimentos porque sabem exatamente onde investir! Olha que legal) ou ainda, que a sociedade tem que ser menos machista (apesar de isso tudo ser verdade e eu ainda não acreditar que as coisas possam estar tão distantes disso em pleno século XXI). Do mesmo jeito que, ao mesmo tempo em que fico feliz por termos um dia só nosso, isso não significa muita coisa na vida real.
Pagar menos na balada é legal, mas lá dentro, muitas vezes, somos tratadas como objeto. Do mesmo jeito que, se você sair de casa sem guarda-chuva e tomar aquele banho, vai ouvir cantadas e coisas bem insignificantes, sem ter feito nada pra provocar – e mesmo assim, “estar provocando”. E roupa curta? Alerta vermelho – nem pensar, menina! Imagina só, se você vai querer ser julgada por aí. E olha você sendo tratada como objeto de novo!
Então, assim como fazemos um pedido de aniversário, ou como as Misses pedem paz mundial, eu queria poder pedir que as coisas fossem diferentes – e mais equilibradas. Que não houvessem ocorrências de estupro e/ou violência contra a mulher a cada duas horas. Que as empresas parassem de contratar mulheres pela aparência – ou descontratar porque ficaram grávidas e vão precisar de licença maternidade. Que o padrão de beleza não tivesse tanto peso na mente e na vida na sociedade. Que as mulheres pudessem usar o que quiser sem a preocupação de parecer vulgar (e sem essa paranoia incessante de que roupa vestir, ou de colocar um salto alto para um homem gostar e você ficar mais “menininha”). Que eu não tivesse que consolar várias amigas (ou a mim mesma) cada vez que um cara idiota generaliza as trata como uma qualquer (como se elas fossem sem sentimentos e só servissem pra satisfazer as vontades dele). Que a mulher possa ter a opção de escolher namorar e/ou ter uma família quando e com quem ela bem entender  (e se ela quiser não ter filhos, ser solteira e viajar o mundo? Pode também). Que mulher não tivesse a obrigação de parecer uma mulher, mas de ser o que quiser.

Então, como um desejo de Dia das Mulheres – eu, sua irmão, sua mãe, sua namorada, nós, todas as mulheres - não queremos só flores, bombons, mensagens bonitas, sobremesas de graça e descontos no shopping. Queremos ser livres. Queremos que você saia da caixinha e abra a sua mente para que as coisas mudem, para que a nossa mente feminina (que já está estereotipada e acostumada com a realidade) possa mudar também. E aí, quem sabe, não comemoramos o Dia da Mulher todos os dias? Eu faço questão de escrever um texto novo sobre isso.  

domingo, março 01, 2015

Sobre começos (e tudo o que há neles)


Começar nunca é fácil, né? E estão aí as nossas mães pra provar isso (até porque, elas sempre participaram dos nossos começos: o primeiro mês de gestação, o primeiro passo, a primeira palavra). Mas a verdade é que começos são necessários.
E eles nunca acontecem sem um impulso – uma vontade de começar, uma animação; ou um medo e uma insegurança que a gente não conhecia antes. E ansiedade, muita ansiedade!
Mas posso te dizer que sou fã de começos. Sim, fã absoluta – porque eles sempre envolvem coragem. Raciocine comigo: acredito que não seria metade do que sou hoje se não tivesse dado os meus passos iniciais. Fui pra escola, escolhi começar a fazer meus trabalhos voluntários, escolhi cursar jornalismo (mesmo com todo o preconceito e desvalorização atual da sociedade), escolhi começar a trabalhar (mesmo meus pais achando que não era a hora certa), escolhi as pessoas que queria por perto, escolhi amar, e, até hoje, escolhi dar início às atitudes que me fariam feliz. Escolhi me dar novos inícios, novos começos, em cada fase da minha vida.
E sabe o que acontece? Se não começarmos, as coisas nunca terão um meio, e nem um fim (pro bem ou pro mal). Sem contar aquela clássica dúvida que sempre temos: o famoso “E se”. E se eu tivesse começado, como seria?
Tá certo que nem todos os começos são bons, ou quando parecem bons, podem terminar ruins. Por isso, é importante que você saiba que nunca é tarde para começar (mesmo que outra vez). Apesar de clichê, é a mais pura verdade. Faça o que tiver vontade (ou melhor, comece o que tiver vontade). Inspire-se nas pessoas mais velhas que fazem faculdade, nos idosos que aprendem a dirigir ou voltam a estudar; ofereça sempre a oportunidade de se dar um novo começo. Porque, perceba, ele está envolvido em tudo que cerca a sua vida e a sua felicidade.
E quais foram os seus começos mesmo? Você deve estar se perguntando, ou lembrando deles nesse exato momento. Mas, se você não tem uma resposta, não fique desapontado. Respire fundo e fique atento: seu começo mais significativo ainda está por vir.

Por: Fernanda Lagoeiro

sexta-feira, fevereiro 20, 2015

Artistas pintam hospital infantil em Londres e dão cor a vida dos pequenos pacientes

Para alegrar as crianças internadas em um hospital de Londres, uma organização britânica decidiu colocar
cor nas paredes e substituir o tradicional branco por obras de 15 artistas.

Todas lúdicas e com temas infantis, as obras ocuparam todas as paredes do London Royal Children’s Hospital, em Londres, tornando o lugar mais alegre e acolhedor. De florestas, a flores, animais divertidos e formas geométricas, os temas foram os mais diversos, sempre respeitando as normas de higiene do hospital. Fáceis de limpar, as obras que compõe as pinturas foram feitas com vinil, cerâmica e madeira.

Voltada para o bens estar de pacientes e fundada em 1996, a Vital Arts é uma organização que usa arte em benefício da saúde.



 Por Patricia Lopes

domingo, fevereiro 15, 2015

Senhor de 109 anos tricotou casaquinhos de lã para salvar pinguins na Austrália

Alfred Date tem 109 anos e é a pessoa mais velha da Austrália. Mas não é por isso que ele vem estampando a capa de diversos jornais e blogs. Apesar de a idade ter comprometido um pouco sua visão e habilidades manuais, os anos não diminuíram sua vontade e disposição para ajudar. Por isso, quando soube que uma ONG precisava que pessoas tricotassem casaquinhos de lã para ajudar a salvar pinguins ameaçados por vazamentos de óleo, ele não pensou duas vezes.

Penguin Foundation trabalha para proteger e preservar os pinguins da Phillip Island, uma pequena ilha localizada ao sul do país. Toda vez que há um vazamento de óleo na região, provocado por navios cargueiros, dezenas dessas aves são mortas. Além de o óleo separar as penas, facilitando a infiltração de água no corpo do animal e tornando-o mais pesado e lento na hora da caça, os pinguins costumam bicar-se e ingerir o petróleo, que é altamente tóxico para os animais.

No caso de um derramamento de óleo, a ONG trabalha no salvamento desses pinguins e dá banho em cada um deles, livrando-se do óleo. A fim de evitar a ingestão da substância enquanto os animais aguardam a limpeza, os biólogos desenvolveram um método simples, peculiar e bastante fofo: os pinguins são vestidos com casaquinhos de lã. A técnica foi testada pela primeira vez em 2001 e ajudou a salvar 96% dos 438 pinguins afetados durante um vazamento.

Quando a Penguin Foundation pediu ajuda dos australianos para criar um estoque de casaquinhos, Alfred Date soube da situação por meio de uma das enfermeiras da casa de repouso para onde havia acabado de se mudar. Empolgado com a história, ele topou na hora relembrar o tricô, ensinado há cerca de 80 anos por uma parente. “Eu gosto de fazer sem errar e eu não me perdoo quando cometo um erro. Mas eu acho que eles desculpariam uma pessoa que já passou da expectativa normal de vida“, brincou ele, em entrevista ao NineStories.

A ONG acabou conseguindo mais casaquinhos do que precisava e, agora que os pinguins estão devidamente protegidos, Alfred passa seu tempo tricotando cachecóis para amigos e toucas para bebês.


Fontes/Fotos: Hypeness

domingo, fevereiro 01, 2015

Deficiente físico no Japão usa óculos de realidade virtual para tocar piano com os olhos

Algumas vezes, coisas que parecem simples podem se tornar bem complicadas para quem possui algum tipo de deficiência física. Complicadas, mas não impossíveis.

Visando melhorar a qualidade de vida de pessoas com deficiência física, um projeto criado pela escola Special Needs Education School for the Physically Challenged, da Universidade de Tsukuba, no Japão, promete permitir que qualquer pessoa toque piano utilizando apenas o movimento dos olhos. É a ideia do dispositivo Eye Play the Piano.

O aparelho consiste em um óculos de realidade virtual que é capaz de reconhecer o movimento dos olhos de quem o utiliza. Para isso, o usuário só precisa piscar sobre um dos painéis que compõem a interface do dispositivo e escolher qual nota deseja tocar. Com isso, o movimento é transferido automaticamente para o piano e se transforma em música.

O vídeo abaixo mostra o estudante de ensino médio Kota Numajiri participando em um concerto de Natal com a ajuda do Eye Play the Piano. Atualmente, o projeto está buscando financiamento coletivo para sua produção e distribuição para escolas de todo o país.

O vídeo abaixo explica um pouco como isso tudo funciona:




Por: Fernanda Lagoeiro
Fontes/vídeo: Hypeness

quarta-feira, janeiro 28, 2015

Tecnologia inovadora permite que mãe cega veja seu filho recém-nascido

Você se lembra da primeira vez que enxergou? Provavelmente não, assim como da vez que sentiu um cheiro ou o gosto de uma fruta. Mas Kathy Beitz se lembrará para sempre da primeira vez que viu uma criança: seu próprio filho recém-nascido. Deficiente visual desde a infância, ela utilizou um modelo de óculos especial, chamado eSight, para registrar na memória este emocionante momento.

“É impressionante que o primeiro bebê que eu tenha visto seja meu próprio filho“, afirma ela em um vídeo gravado pela irmã, Yvonne Felix, também deficiente visual. Além de ter sido a primeira vez que viu uma criança, foi também a primeira vez que Kathy enxergou seu marido. A tecnologia utilizada, os óculos eSight, estimula as células do olho de forma diferente, permitindo que a luz seja captada e as informações, transmitidas para o cérebro.

Dá uma olhada no vídeo e deixe se apaixonar por essa história:

 

Fonte: Hypeness

domingo, janeiro 25, 2015

Reflexão: À sua maneira

Todo mundo tem problemas. Quem é que não? Até o seu vizinho, a loira dos olhos azuis aparentemente perfeita, a ruiva nerd, ou a morena da capa de revista. Até o estagiário, o patrão, o colega de trabalho, o cara do supermercado, o estudioso, o preguiçoso. Todos. Homens e mulheres. PESSOAS têm problemas.

A diferença é que nem todo mundo tem coragem de assumir; a maioria prefere se esconder numa redoma ou num casulo criado por si próprio, e só deixar passar o que é aparentemente aceitável. Sim, boa parte das pessoas vive de aparência (e não, isso não é novidade!). E é por isso que cada dia mais eu admiro a espontaneidade.

Espontaneidade é algo tão bonito e honesto de se ver! É quase como achar estrela-cadente no céu - são raras as vezes. Pessoas que são elas mesmas e se aceitam assim têm a minha eterna admiração! Mas claro que tem um limite, né? Não tô falando de gente que gosta de “causar” à toa. Tô falando de ter verdade, de ter personalidade.

Uma vez, em meio à uma viagem, conheci um casal de idosos. Seu John e dona Constantina, como esquecer? Ele da Austrália e ela do Chile. Porque eu tenho essa mania meio louca e impulsiva, de sair conversando com qualquer um na sala de espera do aeroporto. Coisa de aquariana, acho (ou só coisa de Fernanda mesmo). E quer saber? Nem ligo. Faz parte da minha espontaneidade!

Enfim, esse casal se conheceu enquanto Constantina estava na Austrália, e nunca mais se separaram. Moram em Sydney, mas ambos adaptam suas vidas para verem as famílias, em prol desse amor. A maneira como John falava da esposa era incrível; um brilho nos olhos, uma sinceridade que me  fez sorrir enquanto ouvia a história. “Fazem 20 anos que sou apaixonado por ela. Eu não podia e nunca deixaria ela ir”, disse. E era perceptível pelo cuidado que eles tinham um pelo outro, pelo zêlo, sabe? As mãos dadas que só se separavam em caso de emergência. Me fez até repensar e acreditar que é possível ter um amor assim, e viver uma velhice de parceria, amor e mãos dadas. Porque, no fim, é isso o que conta, né? Quem se importa de fato. E nessa viagem foi isso o que contou pra mim: cada sentimento verdadeiro que vi, cada comportamento humano, cada gentileza, cada pessoa que se esforçou para que eu entendesse  seu idioma quando precisei de informação. Ou seja: cada traço de espontaneidade.

Mas claro que ninguém é perfeito. Eu não tô aqui pra “profetizar” nada pra ninguém. Mas acho que cada um tem uma realidade de mundo, e é assim que enxergo a minha às vezes: meio defasada (perdida em aparências, talvez?), com déficit de sentir, de presença, ou  de sei-lá-o-quê. Pelo menos é isso o que mostram as redes sociais.

Por isso, eu mesma tento mudar isso e fazer o melhor de mim. Curto, compartilho, posto e ajo de acordo comigo mesma. Se estou triste, falo com um amigo de confiança. Graças à Deus tenho alguns poucos, mas de verdade. E sou dessas que não conseguem guardar as coisas para si (agora sim, deve ser coisa de Aquariana!).

Se estou feliz, comemoro à minha maneira tradicional: saio com os amigos, ouço música 25 horas por dia, leio um livro, grito, dou risada, tomo chuva, escrevo, sorrio. Certas reações a gente não consegue disfarçar. E não adianta disfarçar a tristeza como você disfarça seu cabelo desarrumado quando você acorda.  Porquê, uma hora, ele vai se mostrar tal como é. E o mesmo se dá com a vida: se você ficar mascarando e não fizer nada pra mudar, o problema vai continuar ali.

Qual a sua maneira de demonstrar felicidade? E de ser você mesmo? Confesso que, apesar de ter as minhas próprias, vivo numa busca constante atrás de novas. E esse texto nada mais é do que um caminho pra isso. Talvez com um pouco de reflexão filosófica de madrugada de menina, admito. Mas ainda assim, uma forma de expressão.


Enfim, a moral da história é essa: ache seu caminho alternativo. Pra ser feliz, pra sofrer em paz, pra alcançar um sonho, pra viver. E bote sua personalidade nisso, sua naturalidade, sua espontaneidade (Já falei que adoro esse lado humano das pessoas né? Já. Ok, Fernanda). Mostre sua real aparência, seu eu para o mundo; aquele eu fora do casulo e da redoma. E depois me conte o que mudou, quantos elogios recebeu, e quantos quilos de preocupação tirou das suas costas.


sábado, janeiro 24, 2015

Endereços e datas dos processos seletivos para admissão de novos voluntários.


Anexo I
Endereços dos processos seletivos:
(Veja o Edital aqui)

Datas e horários:

Cerquilho, Tietê e região: 08/02/2015 - Palestra
horário: 8h30 * para os que forem se inscrever no dia chegar no mínimo com 15 minutos de antecedência do inicio.

Mogi- Guaçu e região: 08/02/2015 - Palestra
horário: 8h30 * para os que forem se inscrever no dia chegar no mínimo com 15 minutos de antecedência do inicio.

Campinas e região: 01/02/2015 e 22/02/2015 - Palestra
Prazo: 20/02/2015
horário: 8h30 * inscrições até o dia 21/02/2015

Endereços:
Cerquilho
e-mail para: cerquilho@hospitalhacos.org.br
Av. Vinícuis Gagliardi, 1180
Nossa Senhora de Lourdes

Campinas
e-mail: secretaria@hospitalhacos.org.br
Avenida Império do Sol Nascento, 350
Jardim Aurélia (afiteatro do Hipermercado Enxuto)

Mogi-Guaçu
e-mail: mogiguacu@hospitalhacos.org.br
Sindicato dos trabalhadores nas indústrias de cerâmica de refratários, da construção civil, de estradas de terraplanagem, de montagens industriais e do mobiliário de Mogi Guacu e região.
Endereço: Travessa Américo Luiz Caveanha,nº 90 - Centro (ao lado do Cerâmica Clube - rua sem saída)


quarta-feira, janeiro 21, 2015

Vídeo tocante mostra a deficiência física vista pelos olhos das crianças

Realizar viagens espaciais e criar poderosas tecnologias parecem ser tarefas mais simples do que conviver com diferenças. Ainda hoje, a homofobia, o preconceito racial e o machismo são pautas de calorosas discussões, bem como a forma como enxergamos a deficiência física e mental. Criado pela Noémi Association, uma ONG francesa que auxilia pessoas deficientes, este vídeo vai fazer você pensar.

Em uma espécie de experimento social, pais e filhos foram convidados a assistir um vídeo no qual diferentes pessoas fazem caretas. Ambos deveriam imitar as caras e bocas que viam na tela. Muitas risadas depois, o vídeo mostra uma garota com deficiências múltiplas fazendo uma careta. E é justamente nesta cena que somos convidados a refletir sobre diferenças.

O que aconteceu? Dê o play, descubra você mesmo e comece a enxergar o mundo com o olhar de uma criança.



Fonte: Hypeness

sexta-feira, janeiro 16, 2015

Prestação de contas: 4ª Caminha e Corrida - 2014 Corrida 2014

Prezados voluntários e amigos,

Segue prestação de contas da
4ª Caminha e Corrida, realizada em 07/12/2014:

A ONG arrecadou, entre a taxa de inscrição da caminha e da corrida, um total de R$ 27.435,00. E o valor arrecadado em patrocínios foi de R$ 18.000,00.

O total de despesas com a organização foi de R$ 22.738,21. O lucro obtido foi de R$ 22.696,69.
Esse valor será utilizado nas despesas mensais da ONG, e como reforço de caixa para o ano de 2015.

No total, foram 600 participantes.

Na sede administrativa estão disponíveis para consulta:

Livro de controle de vendas do bazar
Livro caixa

Cordialmente
Coordenação Geral da ONG Hospitalhaços